Páginas

Pesquisar este blog

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Mãe PM diz que candidatura será pela 'vontade de Deus'

Zanone Fraissat/Folhapress
Tricolor apagado só empata com o Inter
Folha de S.Paulo
A cabo da Polícia Militar Katia Sastre, 42 anos, conta ter orado pela família de Elivelton Neves Moreira, 21.Matou-o após ele sacar seu revólver calibre 38 e anunciar um roubo na porta da escola de sua filha de 7 anos, no domingo de Dia das Mães, em Suzano (Grande SP).Após o episódio que lhe trouxe fama, surgiram menções a uma eventual a carreira política da cabo Katia."[Deputada] federal, né?", pergunta um dos 300 homens do batalhão onde ela, ao lado de 19 mulheres, trabalha. Ela acena que sim.A filha de um PM mineiro e uma professora paulista diz que ainda não decidiu qual sigla se filiar. Avalia se Brasília é ou não para ela.Esteve com Valdemar Costa Neto, líder do PR, na semana passada.A legenda dá como certo lançá-la à Câmara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário